http://health.groups.yahoo.com/group/FA_babelFAmily/message/2286 (ESP)

 

 

http://www.abahe.org./artigo/artigo_inteligente.php?uid=86

 

Ataxia Brasil Científico - CIENTISTAS CUBANOS DÃO ESPERANÇAS A PORTADORES DE ATAXIAS HEREDITÁRIAS


Resumo: Eduardo Farias

 

Por Rosa Maria Cruz

 

04/10/2008

 

"Já há a possibilidade de uma terapia para o futuro. Chegamos a um ponto em que se fazem necessárias a integração e a colaboração no intuito de encontrar uma terapia que retarde a idade de início das ataxias hereditárias nas pessoas portadoras do gene, ou que detenha parcial ou totalmente seu curso."

Assim afirmou o médico cubano Luis Velazquez, diretor do Centro de Investigação e Reabilitação de Ataxias Hereditárias (CIRAH), em Holguín, Cuba, durante a conclusão do III Simpósio Internacional sobre o tema, acontecido entre 01 e 03 de outubro no hotel Villa Brisas Guardalavaca, na província cubana de mesmo nome.

Pesquisadores do Canadá, México, da Argentina, Índia, Alemanha, Colômbia, Guatemala e de Cuba, além de pacientes e familiares presentes ao encontro, reafirmaram a necessidade de ampliar a já existente cooperação em considerar as ataxias hereditárias um problema de saúde mundial. Que os digam os mais de cem pacientes de vários países consultados na clínica especializada, situada na cidade cubana.

"Este é o começo de um projeto de longo prazo, com vastas perspectivas. Em termos científicos, de cara já estamos nos beneficiando dos resultados da colaboração entre Alemanha, México e Cuba e dos avanços do conhecimento sobre a doença que podemos oferecer aos pacientes", considera o mexicano Reyes Haro, presidente da Sociedade Mexicana do Sono e diretor da Clínica do Sono em seu país.

Outro participante foi Henry Stokes, presidente da Associação de Ciências Neurológicas da Guatemala. Entrevistado pela Rádio Ângulo Digital sobre a situação presente no país da América Central, afirmou o cientista: lá existem "muitos processos degenerativos espinocerebelares, porém sem estudo e sem um esforço concentrado como o que encontramos aqui em Cuba, onde não apenas os casos são identificados; deram-lhes prosseguimento no acompanhamento e obtiveram uma grande ajuda governamental."

"Os conhecimentos adquiridos em Cuba serão levados ao meu país para que possamos fundar algo capaz de nos ajudar no controle dos pacientes. Além disso, será possível mantermos o sentido de ajuda mútua", concluiu o também presidente do capítulo Guatemala da Liga Internacional contra a Epilepsia.

A ilha caribenha é conhecida por ser o local de maior incidência mundial de SCA2 (ataxia espinocerebelar tipo 2). A cidade de Holguín apresenta 42,8 casos por 100 mil habitantes.

Entre as atrações do evento, houve a primeira Oficina prática e teórica sobre reabilitação neurológica, com a participação de cinco pacientes, dois vindos de Hidalgo, México; e uma outra, de medicina do sonho, onde foram discutidas novidades. Entre elas, a proposta de um novo alvo terapêutico para o desenvolvimento de um próximo ensaio clínico para os enfermos de SCA2, sob responsabilidade do Licenciado em Microbiologia do CIRAH, Roberto Rodríguez.

 

Rádio Ângulo Digital Sábado, 04/10/2008



FONTE: Resumo do artigo disponível em: http://www.radioangulo.cu/diario/2008/10-%20octubre/041008/cientificos.htm

 

 

 

O legado de Marie Schlau: literatura e solidaridade

Uma história cheia de intriga, emoções e reviravoltas inesperadas, com a ataxia de Friedreich como pano de fundo. Com todos os ingredientes para o sucesso, agora você só tem que lê-lo!
Todos os fundos obtidos com a venda do livro serão utilizados para a investigação médica para encontrar uma cura para a ataxia de Friedreich, uma doença neurodegenerativa grave e debilitante que afeta principalmente crianças e jovens, que ficam confinados a uma cadeira de rodas. Esta doença reduz a expectativa de vida até perto de 40 anos.

Por esta razão e porque atualmente não há cura, por favor nos ajude derrotar a ataxia de Friedreich, lendo uma história que não o deixará indiferente.
Você pode comprar o livro na Amazon, em Inglês ou Espanhol:
Versão impresa Kindle (Inglês): https://www.amazon.com/Legacy-Marie-Schlau-collective-Friedreichs-ebook/dp/B01N28AFWZ
Versão impresa (em espanhol): https://www.amazon.es/Legado-Marie-Schlau-colectiva-Friedreich/dp/1523287411
Versão e-book (Kindle) (Espanhol): https://www.amazon.es/Legado-Marie-Schlau-colectiva-Friedreich-ebook/dp/B01NAZ8UVS

Go to top